Tenha Acesso Vip a Estratégias  de Empreendedorismo Digital e comece seu Negócio na Internet do Zero Absoluto

Ganhar Dinheiro Marketing Oportunidades Ricardo Sorren

Você não tem idéia de como um bom Plano de Negócios pode aumentar em 300% os seus lucros

Você não tem idéia de como um bom Plano de Negócios pode aumentar em 300% os seus lucros

Quem pretende se aventurar no empreendedorismo deve começar a desenvolver o seu plano de negócios.

Mas muita gente ainda não sabe a importância dessa ferramenta poderosa. Trata-se de um documento usado para planejar a abertura de uma empresa.

O objetivo é colocar no papel todos os planos de atuação do futuro empreendimento. Pode ser usado também como um guia de gestão estratégica no decorrer do negócio.

Para você entender melhor o seu significado, considere o seguinte exemplo: ao construir uma casa, a pessoa deve planejar todas as etapas desse empreendimento.

Comprar o material, contratar mão de obra qualificada, mobiliar, fazer instalações elétricas, etc. Todas essas fases devem ser bem planejadas e cumpridas para chegar à conclusão da obra.

Da mesma forma acontece ao abrir um negócio, tudo deve ser pensado e organizado para montar as estratégias de atuação em busca do resultado esperado.

Para que serve o plano de negócios

Este sistema ajuda você a organizar todas as suas ideias para que possa desenvolver passo a passo o seu empreendimento. Nele você vai descrever todos seus objetivos e as ações necessárias para conquistar essas metas, reduzindo os riscos e os erros.

O plano de negócios será o seu mapa de percurso nessa aventura que é ser empreendedor. No papel fica mais fácil identificar suas falhas e acertos, antes de se lançar no mercado.

Vou te enviar todas as dicas de como montei este blog e como ser um Empreendedor de Sucesso

Busque informações para montar o plano de negócios

Informação é à base de um bom plano de negócio, portanto, pesquise e descubra tudo que puder sobre o seu ramo de atuação.

Esses dados podem ser obtidos na internet, em notícias de jornais, associações de classe, feiras, cursos ou com empresários do setor.

Quando você mesmo monta o seu plano, tem a oportunidade de elaborar tudo da forma que deseja sem interferência de terceiros.

Já que você foi responsável pela pesquisa e coleta de dados, pode confiar nas informações.

O melhor plano de negócios é aquele que reflete de maneira completa o mercado de atuação do empreendedor. Quanto mais informado você estiver do seu meio de atuação, melhor será.

Por isso, não tenha pressa e colha todos os dados que puder, essa tarefa é de suma importância para o sucesso do seu negócio.

ebook 4 3D

Quem está elaborando um plano de negócios deve tentar prever o futuro do seu empreendimento. Essa não é uma tarefa fácil porque não se pode prever o que acontecerá mais adiante. Mesmo assim, é importante fazer um projeto e traçar um rumo para a empresa.

Faça o seguinte exercício: imagine como estará o seu mercado de atuação no futuro. Faça projeções considerando também a atuação dos concorrentes.

Depois de compreender esse cenário, o empreendedor deve definir suas estratégias. Para isso, é preciso projetar a chance que pretende aproveitar e o que é preciso criar para isso.

Assim, você pode simular diversos meios de chegar ao seu objetivo. Essa ação tende a minimizar os erros.

É importante destacar que seu planejamento não precisa ser seguido à risca, pois sua função primordial é ajudar o empreendedor a direcionar sua empresa.

porque-voce-nao-deve-fazer-um-plano-de-negócios-cover

Recomendações gerais para o desenvolvimento de um plano de negócios

– Quando o negócio é inovador, o plano deve ser ajustado conforme as ações que ocorrerem e as oportunidades que forem aparecendo.

– Um bom planejamento não deve ser estático, pois tende a ser alterado com o tempo. Isso porque sempre há alguns ajustes e correções a serem feitas.

– Não descuide da apresentação do plano seu plano, pois ele é o seu “porta voz”. Por isso deve ter boa aparência, as ideias devem ser claras, objetivas e organizadas de maneira que seja fácil compreende-las.

– Quem pretende conseguir sócios ou fornecedores pode usar esta estratégia para apresentar sua proposta. Até mesmo para pedir financiamento em bancos ele pode ser útil.

Veja como elaborar um plano de negócios

Comece resumindo o seu negócio através de um sumário executivo. Nessa parte você deve destacar os pontos mais importantes. Por exemplo:

– As principais características do plano de negócios resumidas em tópicos. (qual é o produto ou serviço oferecido, valor cobrado, quem são os clientes, etc).

– Informações sobre a equipe de trabalho (experiência profissional e funções de cada um);

– Localização da empresa;

– Dados do negócio, missão e valores da empresa;

– Investimento inicial (valor aplicado para o início das operações);

– Áreas de atuação (setor de mercado que a empresa prestará serviço);

– Previsão de faturamento mensal (tempo que levará para recuperar o valor investido);

plano-de-negócios-homem-olhando-um-mapa

Veja 3 erros que você não deve cometer ao elaborar um plano de negócios.

1 – Não definir bem o negócio

A falta de informação é um erro grave. Questões como: o público-alvo da empresa, a região de atuação e analise mal elaborada de mercado, acabam prejudicando todo o planejamento.

Quando não se tem muita experiência nesse assunto, o ideal é buscar ajuda de um consultor ou com algum empresário do setor.

2 – Deixar levar pelo emocional

É normal que o empreendedor se apaixone pelo seu negócio.

Porém, no momento de desenvolver um plano de negócios, o melhor é analisar friamente se é realmente viável e rentável.

Não enxergar a realidade pode atrapalhar a formulação do plano. Mantenha os pés no chão e as ideias bem organizadas.

plano-de-negócios-mapa-e-planejamento

3 – Errar nas contas

O capital de giro é uma informação que não pode faltar, pois é essencial para a manutenção do seu negócio. Mantenha metas ambiciosas, mas preserve o caixa e não abuse nos gastos.

Outro erro é não identificar os prejuízos que a empresa possa vir a ter. Muitas vezes, a receita nos primeiros meses não atinge o valor esperado e a empresa fica no vermelho.

Como definir a forma jurídica da empresa

No plano de negócios deve constar também a constituição formal da empresa, por isso é preciso estabelecer a forma que ela será vista pela lei. Caso tenha dificuldade com esse assunto procure ajuda de um contabilista.

Veja as quatro formas mais comum:

– Microempreendedor Individual (MEI): profissional autônomo que se legaliza como micro empreendedor. A inscrição pode ser feita através da internet

(www. portaldoempreendedor.gov.br);

– Empresário Individual: pessoa física que trabalha com bens ou serviços e responde pela empresa com o seu patrimônio pessoal.

– Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI): empresa formada por uma pessoa, que é responsável pelo capital social.

A empresa não responde com os bens pessoais do proprietário, apenas pelo seu próprio patrimônio.

– Sociedade Limitada: esse tipo de sociedade pode ter no mínimo dois sócios com responsabilidades limitadas ao investimento de cada um no negócio. Porém, todos respondem pelo valor total do capital social.

Sobre o autor | Website

Empreendedor Digital redator do blog "Trabalhar pela internet agora" onde se empenha de forma profissional a ajudar pessoas determinadas e com foco em como ganhar dinheiro na internet de maneira séria e com verdade de trabalho.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.